Concurso para contratação de 1 doutorado(a), equiparado(a) a Investigador Júnior, para o CIS - Centro de Investigação e de Intervenção Social

Candidaturas encerradas

Edital nº 76/2022

1

2.153,94

Ver Documento

Ver Documento

Procedimento concursal de seleção internacional para a contratação de 1 doutorado(a) equiparado(a) a Investigador Júnior, na área científica de Comunicação de Ciência, para o CIS - Centro de Investigação e de Intervenção Social do Iscte - Instituto Universitário de Lisboa, aberto pelo Edital n.º 76/2022, de 25 de janeiro

CIS - Centro de Investigação e de Intervenção Social

Contrato Individual de Trabalho a termo resolutivo incerto

Os métodos de seleção a utilizar são a avaliação curricular e a entrevista profissional de seleção.

Requisitos Gerais

  • Requisitos de admissão a concurso:
  • 1 - Ao concurso podem ser opositores(as) candidatos(as) nacionais, estrangeiros(as) e apátridas que sejam titulares do grau de doutor e detentores de um currículo científico e profissional que revele um perfil adequado à atividade a desenvolver.
  • a) Titularidade do grau de doutor(a) na área da Psicologia, da Comunicação de Ciência ou da Comunicação, das Ciências da Saúde e da Vida, ou de áreas científicas afins. Caso o doutoramento tenha sido conferido por instituição de ensino superior estrangeira, devem os candidatos comprovar o respetivo reconhecimento ou equivalência do grau.
  • b) Experiência comprovada no desenvolvimento, participação e/ou coordenação de projetos de investigação e/ou investigação-ação no domínio da comunicação de ciência, e na sua implementação e avaliação;
  • c) Colaboração com equipas de investigação no âmbito dos domínios de investigação e comunicação de ciência trabalhados nas áreas referidas em 2.a);
  • d) Demonstração de iniciativas, materiais/conteúdos e atividades de comunicação de ciência;
  • e) Fluência em Inglês e em Português.
O que necessita para se candidatar?

  • 1 - As candidaturas podem ser apresentadas em língua portuguesa ou inglesa e devem ser submetidas através da plataforma de Recrutamento em https://recrutamento.iscte-iul.pt até à data limite fixada neste edital.
  • 2 - As candidaturas são instruídas com os seguintes documentos:
  • 2.1 - Requerimento de admissão a candidatura, de acordo com o formulário de utilização obrigatória, disponível em https://www.iscte-iul.pt/contents/iscte/quem-somos/trabalhar-no-iscte/1393/concursos.
  • 2.2 - Documento comprovativo da titularidade do grau de doutor/a. No caso de titulares do grau de doutor/a obtido no estrangeiro, têm de apresentar documento comprovativo do respetivo reconhecimento nos termos fixados na legislação nacional, devendo quaisquer formalidades aí estabelecidas estar cumpridas até à data de formalização do contrato.
  • 2.3 - Curriculum vitae detalhado.
  • 2.4 - Proposta do programa de avaliação e de desenvolvimento de plano estratégico em comunicação de ciência que pretende desenvolver no CIS-Iscte nos próximos 2 anos, com o seguinte formato: a) atividades e metodologias a utilizar na avaliação das necessidades de comunicação do centro; b) objetivos, justificação e enquadramento do programa do plano estratégico de comunicação a desenvolver; e c) indicação da potencial contribuição das atividades a desenvolver para a comunicação e divulgação da missão do CIS-Iscte e do trabalho de cada um dos grupos que o compõem. Nestes pontos deve ser explicitamente referido como será procurada, enquadrada e analisada a informação de ciência a comunicar às três audiências mencionadas (pares, comunidade e media), e propostas de estratégias para as atingir (max. de 1800 palavras).
  • 2.5 - 1 Exemplar de cada um dos outputs que demonstrem iniciativas e atividades de comunicação de ciência (e.g. catálogos, websites, vídeos);
  • 2.6 - 1 Exemplar em pdf de cada publicação indicada no CV, nas áreas de doutoramento referidas em V. 2.a).
  • 3 - São excluídos da admissão ao concurso os/as candidatos/as que formalizem incorretamente a sua candidatura ou que não comprovem os requisitos exigidos. Assiste ao júri a faculdade de exigir a qualquer candidato/a, em caso de dúvida, a apresentação de documentos comprovativos das suas declarações.
  • 4 - As falsas declarações prestadas pelos/as candidatos/as serão punidas nos termos da lei.
Aviso: A visualização desta página não dispensa a leitura do edital.